Sou vegetariana por amor aos animais

Sou vegetariana por amor aos animais
COLHER OU MATAR, a escolha é sua
"Se os matadouros tivessem paredes de vidro
todos seriam vegetarianos."

(Paul e Linda Mc Cartney)



Seguidores

quinta-feira, 28 de setembro de 2017

Receita caseira de salsichas vegetarianas


Preparação de salsichas veganas Emoticon smile
RECEITA de Daniele Lippert
2 xícaras de PTS hidratada
2 sachês de caldo de legumes
1 cebola
3 dentes de alho
3 colheres de sopa de azeite
5 colheres de sopa de farinha de trigo
3 colheres de sopa de polvilho doce
Água até dar o ponto
Sal, pimenta, colorífico (para dar a cor avermelhada), páprica picante e ervas a gosto
Fumaça líquida (não usei, nem sei onde comprar, mas deve ficar muito bom por causa do sabor defumado)
Bater tudo no liquidificador ( melhor no processador que não liquidifica)   até virar um creme (não pode ficar muito líquido, tem que ser cremosinho mesmo). Colocar em saquinhos de sacolé e amarrar a ponta. Cozinhar os "sacolés" na água por 15 minutos e congelar. Quando estiver completamente congelada, tire o plástico e prepare.
Sugestões de preparo:
a) cortar em tiras finas e fritar em fogo bem baixo com um fio de azeite;
b) colocar em um refratário, regar com um molho da sua preferência, cobrir com papel alumínio e assar no forno;
c) colocar palitos de churrasco, embrulhar em papel alumínio e assar na churrasqueira como salsichão.

sexta-feira, 8 de setembro de 2017

Um tipo de carrapato está causando alergia à carne vermelha em várias pessoas

Foto do carrapato Lone Star: Flickr/Elizabeth Nicodemus
Quem,diria! Um carrapato a serviço do vegetarianismo/veganismo!

Carrapato

Centenas de pessoas nos EUA têm passado mal após comer carne vermelha. O culpado pode ser um… carrapato: médicos apontam o Amblyomma americanum – ou carrapato Lone Star – como o vilão.
Diversos casos na Costa Leste e no Sul dos EUA são bastante parecidos: a pessoa leva uma mordida do pequeno aracnídeo, come um hambúrguer ou bife dias depois e, passadas algumas horas, tem uma reação alérgica com coceiras por todo o corpo.
Os bichos carregam um açúcar que os humanos não têm, chamado alfa-galactose. Ela também é encontrada na carne vermelha —bifes, porco, cordeiro, coelho — e em alguns produtos do dia a dia. Geralmente, quando encontrada em alguma comida, ela é digerida sem problemas.
Mas a mordida de um carrapato dispara uma resposta do sistema imunológico e, naquele estado de alerta, o corpo percebe o açúcar transmitido para a corrente sanguínea da vítima como uma substância estranha, produzindo anticorpos contra ela. Isto prepara a reação alérgica para a próxima vez que a pessoa comer carne vermelha e encontrar o açúcar.
O Lone Star — que leva esse nome por causa do apelido do estado do Texas — é considerado o culpado, já que é um dos tipos mais comuns nas regiões onde os casos ocorreram. No entanto, alergologistas acreditam que ele não é o único que pode disparar a alergia, já que casos parecidos foram relatados em outros países – o Lone Star é encontrado principalmente nos EUA.
As reações são tratadas com anti-histamínicos ou, nos casos mais graves, epinefrina. Os anticorpos parecem diminuir com o tempo, mas especialistas ainda não sabem se a alergia passa com o tempo. Se não passar, os carrapatos terão conseguido o que as recomendações médicas e os amigos vegetarianos sempre tentaram: fazer você deixar de comer carne. [NBC New York via IFLScience]